terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Tags: ,

Japão declara estado de emergência: ''Este é de longe o pior desastre nuclear a ocorrer na Terra''

O Japão declarou estado de emergência devido a eventos recentes no reator nuclear de Fukushima. Funcionários disseram que os danos no reator são "muito piores do que se pensava".

 

Eles descobriram que o combustível derretido contaminou a água subterrânea e o núcleo derretido parece ter se espalhado por uma "área extensa". Além disso, um buraco de 2 metros de largura foi encontrado sob o recipiente de contenção. Uma sonda de câmera foi enviada para examinar os danos na segunda-feira, e revelou que parte da grade também está faltando. Na quinta-feira, um operador de planta anunciou que os níveis de radiação no reator subiram a níveis nunca antes vistos. As leituras levadas dentro do recipiente de contenção no reator número 2 da usina nuclear incapacitada ficaram em 530 sieverts por hora, o mais alto registrado desde o desastre. Antes destas leituras recentes, a maior leitura já registrada foi de 73 sieverts por hora. Estes desenvolvimentos recentes têm sido descritos por muitos como "sem precedentes" e "inimagináveis". Muitos no estado de campo que eles nunca ter considerado a possibilidade de trabalhar com níveis tão elevados como estes . Outra revelação perturbadora veio quando um chefe revelou que 600 toneladas de combustível tinha derretido e não pode ser encontrado. "Ninguém realmente sabe onde está''. 

Havia esperanças de desmantelamento dos reatores no passado, mas estes recentes desenvolvimentos mostram que será impossível fazê-lo. Com os núcleos ausentes, o desmantelamento ou contenção torna-se impossível. Fissionamento descontrolado continua sob o local. Este é de longe o pior desastre nuclear a ocorrer na Terra.