Tensão aumenta: Coréia do norte promete testar misseis semanalmente em provocação aos Estados unidos

A BBC divulgou recentemente uma notícia de que um oficial norte-coreano declarou que "testará mísseis semanalmente".

 

O QUE A CORÉIA DO NORTE PRETENDE ALCANÇAR COM SUAS RECENTES TRANSGRESSÕES? 

Este alto funcionário é o vice-ministro das Relações Exteriores, Han Song-Ryol, que desde então afirmou que uma "guerra total" ocorrerá se os EUA tomarem uma ação militar contra eles. Intercâmbios acalorados têm acontecido entre os dois países, com Mike Pence, vice-presidente dos EUA, afirmando que a "era da paciência estratégica" com a Coréia do Norte acabou. 

MIKE PENCE, ALEGANDO QUE A "ERA DE PACIÊNCIA" ACABOU 

A Coréia do Norte sempre levantou a ameaça de sua energia nuclear. No entanto, a situação aumentou nos últimos anos com a Coréia do Norte realizando testes de mísseis reais, mesmo com as sanções da ONU e o mundo especulando sobre eles. No entanto, a Coréia do Norte não mostra sinais de parar. Observadores disseram que a Coreia do Norte poderá realizar seu sexto teste de mísseis em breve, apesar das tensões estarem em um patamar histórico. A Coréia do Norte afirmou que não vai ficar em guerra com os Estados Unidos se alguma ação militar for tomada em qualquer momento. 

A QUESTÃO DA TENSÃO: OS MÍSSEIS NUCLEARES DA COREIA DO NORTE 

Com a Coréia do Norte agravando os EUA, e vice-versa, os líderes de muitas potências mundiais entraram para fazer suas posições. A China, que há muito apoia a Coréia do Norte, também interveio para chamar a Coréia do Norte a suspender todos os seus testes de mísseis. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Lu Kang, disse recentemente a jornalistas que todos os lados deveriam "parar com todas as ações provocativas que possam derramar petróleo sobre o fogo". EUA e China chegaram a um ponto em que há uma relativa cooperação entre as duas potências mundiais, ambas trabalhando em uma solução para este problema nuclear levantado pela Coréia do Norte. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que Moscou não tolerará e não tolerará os testes de mísseis da Coréia do Norte, no entanto, se os EUA usassem seus poderes militares, eles reconheceriam que isso também seria um curso muito arriscado. Como essa situação crescente se resolveria? A ameaça representada pela Coréia do Norte em relação ao mundo é de fato uma que precisamos resolver em breve, pois as tensões estão aumentando a uma velocidade perigosa, e parece que não há freios para detê-lo. 


Tensão aumenta: Coréia do norte promete testar misseis semanalmente em provocação aos Estados unidos Tensão aumenta: Coréia do norte promete testar misseis semanalmente em provocação aos Estados unidos Reviewed by Adm on 22:44 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.