Se quebrares algum produto em algum supermercado é isto que tens que fazer! Quase ninguém sabe!

Perto da minha casa, recentemente, construíram uma pequena loja. Basicamente vendem produtos de limpeza doméstica e cosméticos, mas há outros, por exemplo, vasos e pratos. A prateleira com esses produtos delicados e frágeis está localizada na entrada da loja, ao lado de uma passagem estreita.

Pergunto-me: quem distribuiu estas prateleiras num local tão inapropriado? Imagino muitos vasos bonitos partidos pelos clientes…

É aí que queremos chegar. Se houve um acidente e tiver partido um produto da loja, não vá a correr para a caixa para pagar uma compra que não fez.

O que tem que fazer nesta situação é o seguinte:

Lembre-se desta regra: a pessoa que causou o dano, estará isenta de pagamento do prejuízo se provar que o dano não foi causado por sua culpa”.

Quem deve pagar pelos bens partidos numa loja

Se não houver proteção na prateleira e toca acidentalmente numa garrafa de vinho com o carrinho de compras, a culpa não é sua mas sim do funcionário da loja responsável pela distribuição dos produtos. Absolutamente todos os produtos devem ser colocados de forma estável nas prateleiras, especialmente se forem frágeis.

Todos devem fazer bem o seu trabalho! Claro que no comércio existem certas regras. A administração sabe o que, onde e como deve ser colocado na loja, para conveniência do cliente. Entre as prateleiras com os produtos, deve haver uma certa distância, não inferior a 1,4 metros (para uma área comercial de até 100 m²), até 2,5 metros (para um com 400 m²). Esses requisitos podem variar de acordo com a região, mas a ideia é essa.

Se partiu produtos na loja e o segurança começa a ataca-lo, sendo rude, ameaçando ou mesmo a tentar revista-lo. Deve ser capaz de se defender! Tenha em conta que tais ações do segurança são inadmissíveis e puníveis por lei, são consideradas como abuso de poder.

Lembre-se: é obrigado a pagar por um objeto partido só se a sua culpa for provada em tribunal. Caso contrário, ninguém pode exigir nada de si!

Mantenha-se seguro da sua inocência. Peça ao gerente o livro de reclamações e descreva, detalhadamente, tudo o que aconteceu. Indique a hora em que o incidente ocorreu – para facilitar a localização das imagens da gravação das câmaras de segurança. Descreva se o chão da loja estava escorregadio, se os corredores entre as prateleiras são muito estreitos e se os produtos não estavam firmemente presos às prateleiras.

O mais provável é que, nesse momento, os funcionários irão deixar de exigir uma coisa: litígio desnecessário e comprovações extra não serão do agrado destes. Mas se a gerência da loja continua a insistir na sua posição, ofereça-lhes a resolução do assunto em tribunal. Informe-lhe também de que fará queixa às autoridades responsáveis pela proteção dos direitos dos consumidores.

Partilhe este importante artigo com os seus amigos e família. Para muitos, pode ser vital saber como agir nesses casos. Se já foi vítima de tais incidentes, conte-nos a sua história e como conseguiu fugir dela. A sua experiência pode ajudar muitas pessoas!
Se quebrares algum produto em algum supermercado é isto que tens que fazer! Quase ninguém sabe! Se quebrares algum produto em algum supermercado é isto que tens que fazer! Quase ninguém sabe! Reviewed by Adm on 16:10 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.