''A morte não existe, é apenas uma ilusão'' Afirma cientista renomado

Por mais controverso que possa parecer para muitos, um cientista revelou como a morte não é real, é uma ilusão gerada por nossa consciência. 


O cientista da Faculdade de Medicina da Universidade de Wake Forest, Robert Lanza, diz em seu livro "Biocentrismo" que a morte é uma ilusão gerada por nossa consciência.

O professor tomou notoriedade pública após a publicação de seu livro, que, com base em noções de física quântica, explica sua hipótese particular de que a biologia e a vida são a origem da realidade e do Universo e não o contrário. Portanto, o tempo seria apenas uma entidade criada pela vida que a observa.

SEGUNDO ESTA TEORIA, HÁ MUITAS REALIDADES APLICADAS POR DIFERENTES NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA.

Desta forma, o fim da vida seria apenas uma noção inculcada em nossas mentes, porque se não houver tempo ou espaço, não pode haver morte. O pesquisador argumenta que a imortalidade não significa uma existência perpétua no tempo, mas que reside completamente fora do tempo.

Lanza afirma que o conceito de morte como a conhecemos não existe em nenhum sentido real, já que não existem limites reais de acordo com os quais ele pode ser definido. Essencialmente, a idéia de morrer é algo que sempre fomos ensinados a aceitar, mas, na realidade, existe apenas em nossas mentes.

A idéia de biocentrismo é semelhante à idéia de universos paralelos, a hipótese formulada por muitos físicos teóricos segundo a qual existe um número infinito de universos em que há diversas variações de pessoas e situações e ocorrem simultaneamente.

Portanto, se alguém acredita na morte ao longo de sua vida, ele criará sua realidade com base nessa crença e, pelo contrário, se alguém acreditar que ele é feito de essência imortal e que estamos apenas nesta vida de transição, vamos fazê-lo . Viver de uma maneira totalmente diferente da que estamos acostumados, criando nossa realidade com base nessa crença, de outra forma totalmente incompatível com a anterior.

Então a morte e a idéia de imortalidade existem em um mundo sem limites espaciais ou lineares. Portanto, pode-se concluir que a morte não pode ser um evento final, como geralmente o consideramos.

''A morte não existe, é apenas uma ilusão'' Afirma cientista renomado ''A morte não existe, é apenas uma ilusão'' Afirma cientista renomado Reviewed by Adm on 15:47 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.