quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Arqueólogos descobrem parafuso com mais de 300 mil anos de idade na China que desafia a história oficial da humanidade

Segundo relatos de agências de notícias chinesas, um objeto misterioso descoberto em 2002 poderia ser evidência de civilizações pré-históricas.


PARAFUSO LANZHOU

Esses objetos desafiam a arqueologia do mainstream. O parafuso Lanzhou é outro objeto misterioso descoberto nos últimos anos que parece desafiar a arqueologia e a história do mainstream. Foi descoberto em 2002 e, desde então, gerou muita atenção entre colecionadores e pesquisadores.

A parte mais misteriosa deste objeto é que um parafuso de metal foi descoberto dentro do pedaço de pedra. A misteriosa pedra em forma de pera mede aproximadamente 6 × 8 cm e pesa cerca de 466 gramas. Mas não é uma pedra comum e o parafuso em forma de metal simplesmente acrescenta ao mistério da rocha que, segundo os pesquisadores, tem cerca de 300 milhões de anos.

A misteriosa rocha tem deixado geólogos coçando a cabeça. Os testes não foram capazes de mostrar a composição exata da pedra misteriosa, pesquisadores que incluem geólogos e físicos do Escritório Nacional de Recursos Terrestres da Província de Gansu, Escritório de Pesquisas Coloridas Metálicas da província de Gansu, Instituto de Geologia e Pesquisa Mineral da Academia Chinesa, do Ramo de Lanzhou e da Escola de Recursos e Meio Ambiente do Colégio de Lanzhou não tem certeza da origem do artefato e aponta que, neste momento, todas as teorias são possíveis.

De acordo com Lanzhou Morning News; Após uma discussão sobre a possibilidade de ser feita pelo homem e os possíveis motivos para a sua formação, os cientistas classificaram unanimemente a pedra como uma das mais valiosas na China e no mundo da coleta, pesquisa e estudos arqueológicos " .

Depois de muitos estudos, cientistas chineses concluíram que o artefato não tinha sido feito por mãos contemporâneas ou por níveis atuais de tecnologia, a hipótese mais aceita é que é um produto de uma civilização pré-histórica.