quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Alerta aos pais: Crianças morreram de envenenamento por um erro comum... tens de saber disso!

Este caso passou-se com algumas semanas antes do natal em que a jovem Alyssa Alcaraz de 12 anos, começou a sentir-se mal. A sua mãe Keila ficou bastante preocupada, pois a sua filha normalmente era muito feliz e tinha bastante energia. Então, a mãe foi ao hospital com a sua filha. Infelizmente, ela foi apenas mais uma de muitas das crianças que faleceram de “envenenamento” recentemente.


A jovem após ter sido vista por um médico no hospital Kawaeh Delta Medical Center na Califórnia, o médico deu indicações para ir para casa. Os médicos aconselharam a criança a descansar, beber muita água e tomar um analgésico. Supostamente, era uma gripe e ia passar rapidamente e a menina ia ficar boa.

Mas, infelizmente, passados três dias, Alyssa morreu. Na verdade, foi um erro de diagnóstico, ela não tinha nenhuma gripe: a menina sofreu de um choque séptico e uma paragem cardíaca. Infelizmente, não é o primeiro caso em que uma criança morre de Sepse, também conhecida como envenenamento por sangue. O médico Greg Martin das urgências da Escola de Medicina da Universidade Emory, diz que existem muitos casos semelhantes a este.

Fourchette

O que é a Sepse?

A Sepse é a infecção do sangue que ocorre quando o sistema imunológico do nosso corpo reage de forma exagerada a uma outra infecção. Também conhecida como envenenamento por sangue, ela ocorre quando a infecção se espalha pelo corpo inteiro e afeta os órgãos vitais. O sistema imunológico liberta uma série de substâncias e faz com que os vasos sanguíneos percam fluidez. Isso faz com que, em pouco tempo, os órgãos importantes, como o coração ou os pulmões, sejam afectados. Se não for tratada a tempo, ela pode levar à morte!

Esta é uma doença cujos sintomas podem ser confundidos com gripe, pneumonia ou ou outras condições semelhantes. Por isso o seu diagnóstico é dificultado, quando os médicos percebem que é a sério, já pode ser tarde demais. A Sepse pode tirar a vida a pessoas que são completamente saudáveis.

Outros casos

Vejam o caso do jovem Kyler Baughman, de 21 anos. Ele estava a estudar para ser personal trainer quando, de repente, começou a ter febre. Os sintomas pioraram rapidamente e ele foi para um hospital. Em menos de 24 horas, o jovem saudável faleceu de Sepse!

No ano de 2014, uma menina de 3 anos, Pippa, foi diagnosticada com pneumonia. Algumas horas depois, ela estava morta… afinal, ela tinha uma Sepse. O mesmo aconteceu com Rory, um menino de 12 anos de Nova Iorque. Tudo começou com uma simples ferida que foi feita no ginásio. Quatro dias depois, ele faleceu de uma infecção no sangue.

Como prevenir a Sepse?

De acordo com a Sepsis Alliance, cerca de 26 milhões de pessoas são afectadas por Sepse todos os anos em todo o mundo, sendo a principal causa de morte entre as crianças. Mas isso pode ser prevenido. O mais importante é manter uma boa higiene. Lave e desinfecte as feridas sempre, independentemente de serem grandes ou pequenas. Para além disso, as crianças devem ser vacinadas, uma vez que qualquer outra doença pode levar à Sepse.

É muito importante que os pais e os médicos estejam bem informados sobre os sintomas, para que não confundam com uma simples gripe ou pneumonia. Algumas horas podem ser a diferença entre a vida e a morte.

Partilhem esta informação muito importante com os teus familiares e amigos para que todos possam prevenir as crianças contra a Sepse!

Fonte: Newsner