domingo, 18 de fevereiro de 2018

Cientistas alertam: Barragem gigante que está sendo construída na China poderá mudar a rotação da terra

Uma vez que os planos para construir a hidrelearia da Grande Gorge das Gorges na China foram anunciados, os cientistas expressaram sua preocupação com a enorme operação, que envolveu o preenchimento de um enorme reservatório.


Físicos disseram que a construção poderia ter um grande efeito na estrutura da Terra. Agora, parece que seus medos são justificados e que a presa das Três Gargantas realmente mudou a rotação da Terra.

A CENTRAL DE CHINA PODERIA MUDAR A ROTAÇÃO DA TERRA

A Barragem das Três Gargantas está localizada na província de Hubei, na China, e é a maior usina hidrelétrica do mundo e uma das mais eficientes. Para alimentar um sistema de energia hidrelétrica incrivelmente grande, é necessária uma quantidade absolutamente fenomenal de água.

O tamanho da barragem é de cerca de 410 milhas de comprimento e apenas abaixo de uma milha de largura e quando está cheio até sua capacidade máxima, a água pode subir a uma altitude incrível de 574 pés acima do nível do mar. Com preocupação, se a barragem explodir, tem o potencial de inundar mais de seiscentos quilômetros quadrados de terra com aproximadamente quarenta e dois bilhões de toneladas de água.

A razão pela qual essa estação de energia sem precedentes atraiu tanta atenção internacional é que sua construção causou uma mudança de massa que, teoricamente, poderia alterar a rotação da Terra através de um princípio científico conhecido como momento de inércia.

Se a Represa das Três Gargantas fosse preenchida até sua capacidade máxima de 574 pés acima do nível do mar, aumentaria o momento de inércia da Terra e diminuir sua rotação. De acordo com cientistas da NASA, isso poderia aumentar a duração de um dia em 0,06 microssegundos.

Isso também poderia significar que as posições polares poderiam mover cerca de dois centímetros, o que poderia tornar a Terra ligeiramente mais redonda no centro e lisonjear na parte superior. Até agora, cientistas e especialistas não especularam sobre quais os efeitos a longo prazo da constante alteração da rotação da Terra.

Confira o vídeo: