sexta-feira, 2 de março de 2018

Arqueólogos descobrem uma necrópole antiga com a mensagem "da vida após a morte"

Arqueólogos descobriram uma necrópole antiga - também conhecida como um cemitério - ao sul do Cairo, incluindo restos mumificados e artefatos bem preservados, anunciou a ministra das Antiguidades do Egito na semana passada.


A descoberta, perto da cidade de Minya, no Vale do Nilo, é a descoberta mais recente em uma área conhecida por suas antigas catacumbas e  remonta ao período faraônico tardio, que se estende de 664 a 332 aC.

O ministro das Antiguidades, Khaled al-Anani, disse a jornalistas:

Precisaremos pelo menos cinco anos para trabalhar na necrópole. Este é apenas o início de uma nova descoberta.

Mostafa Wazir, chefe da missão arqueológica, disse que muitos dos artefatos pertenciam aos sacerdotes do deus egípcio antigo Thoth.

Foram encontrados quatro recipientes com tampas que se parecem com os quatro filhos do deus Horus.

Waziri disse:

Eles ainda contêm os órgãos internos mumificados do falecido. Os frascos são decorados com textos hieroglyphic que mostram o nome e os títulos de seu proprietário.

Um colar também foi encontrado na véspera de Ano Novo que tinha as palavras hieroglíficas "feliz ano novo" inscritas nele.

Waziri acrescentou:

Esta é uma mensagem enviada a partir da vida após a morte.

Outras descobertas recentes no Egito incluem o túmulo de um antigo oficial do palácio real enterrado há mais de 4.000 anos durante o período "A Era das Pirâmides".