quarta-feira, 14 de março de 2018

Crianças africanas perdem a sua infância para que a sociedade tenha celulares

É triste mas é verdade, estão crianças sem infância para que possamos ter, entre outras coisas, telemóveis.


Segundo a BBC estas crianças passam os dias a trabalhar em minas de cobalto, ao invés de  brincar com outros meninos e meninas da sua idade.

O cobalto, é usado para fabricar as baterias de íon-lítio dos telemóveis e computadores portáteis e metade deste metal a nível mundial é recolhido nas minas que existem na República Democrática do Congo.

Ziki é um exemplo de crianças que sustenta a casa. “Tenho que trabalhar aqui porque a minha avó tem um problema na perna e não pode trabalhar”, afirmou à BBC, entristecido por não poder ir à escola.

Cerca de 40 mil crianças trabalham nas minas congolesas. Muitas começam a trabalhar nas minas logo aos quatro anos e aos 10, já são capazes de carregar pesadas sacas de cobalto para que o metal seja lavado no rio.
Também vais gostar destes:

– Missionário segura a mão de uma criança africana faminta.
– Ele é um rei na África, mas trabalha como jardineiro no Canadá para apoiar o seu povo.

Apesar de algumas multinacionais já mostrarem preocupação em evitar usar o cobalto trabalhado por crianças, não é fácil alcançar este objectivo, já que a cadeia de fornecedores é extensa.