sexta-feira, 23 de março de 2018

''Experiências e eventos paranormais vêm de outra dimensão'', Diz cientista

O professor Bernard Carr é professor de matemática e astronomia na Queen Mary University, em Londres. 


Ele estudou com Stephen Hawking e obteve seu doutorado em Cambridge. Não é um homem que inventa coisas para chamar a atenção, nem tem o hábito de emitir meias-teorias sobre fantasmas e extraterrestres feitos a partir de especulações infundadas. 

Em uma palestra na Conferência Euro-PA, Carr explicou por que não devemos ser rápidos demais para descartar os chamados eventos paranormais. Carr acredita que há uma estrutura hierárquica de dimensões, muitas das quais não podemos perceber, mas que a consciência humana é capaz de perceber periodicamente os eventos que ocorrem nos planos de existência que, em geral, não podemos interpretar.

De acordo com o resumo da sua palestra:

 "O modelo resolve bem conhecidos problemas filosóficos sobre a relação entre matéria e mente, esclarece a natureza do tempo e fornece uma estrutura ontológica para a interpretação de fenômenos como aparições, OBE [corpo experimenta], EQM [experiência-quase-morte] e sonhos ".

Consciência é um conceito difícil de definir. Os filósofos vêm debatendo a questão há séculos. Os cientistas também tentaram formular uma explicação definitiva do que nos permite pensar e raciocinar como seres humanos. 

A atividade paranormal raramente é registrada com precisão, mas alguns eventos foram relatados que nossa compreensão atual das leis científicas simplesmente não pode explicar. Em vez de excluir essas ocorrências, Carr recomenda que consideremos a possibilidade de serem parte de algo que ainda não entendemos.

A teoria de Carr supõe que, se esses eventos estão ocorrendo, eles provavelmente não estão acontecendo em uma das três dimensões que somos capazes de perceber. Se uma pessoa que existe em três dimensões colocar um objeto em um espaço 2D, ele poderá se materializar de repente para qualquer pessoa dentro daquele mundo que não compreenda uma dimensão maior. 

Portanto, sugere Carr, o que pode parecer eventos estranhos e impossíveis poderia ser facilmente explicado se levarmos em conta o fato de que nossos cérebros são limitados pelo plano de existência com o qual estamos acostumados a interagir. 

Carr disse:

 "As únicas entidades não-físicas no Universo das quais temos alguma experiência são as mentais, e a existência de fenômenos paranormais sugere que entidades mentais têm que existir em algum tipo de espaço-tempo."