sexta-feira, 23 de março de 2018

Papa Francisco presta homenagem ao padre que disse ter "lutado" regularmente contra o Diabo

O papa Francisco visitou uma pequena vila italiana para prestar seus respeitos a um santo no 50º aniversário de sua morte. 

Padre Pio tinha a reputação de lutar contra o diabo.

A aldeia na cidade de San Giovanni Rotondo, no sul da Itália, abriga o corpo de Padre Pio, um monge que se diz ter lutado com o diabo. Dizem que o monge capuchinho, que morreu em 1968, tinha os "estigmas" - as feridas sangrentas de Jesus nas mãos e nos pés.

Segundo a Reuters , Pio sabia o que as pessoas iriam confessar antes de dizer qualquer coisa. 

O papa visitou Pietrelcina, onde o monge nasceu em 1887 e recebe cerca de um milhão de peregrinações todos os anos, e falou sobre a experiência do monge com o Diabo.

Papa Francisco disse:

Sua alma estava muito atormentada. Ele se sentiu assaltado pelo diabo.

De acordo com outros monges, a última vez que Pio lutou contra o diabo foi em 1964, onde o encontraram no chão com a testa aberta. Ele disse a eles que o Diabo havia “tentado riscar [seus] olhos”.