terça-feira, 6 de março de 2018

Urgente: Profecia de Chico Xavier para 2019 terá consequências impactantes para o destino da humanidade

Chico Xavier foi um grande divulgador da doutrina Espírita e manifestava dons espirituais e habilidades paranormais por meio da mediunidade. Ele também é considerado um dos maiores escritores brasileiros, tendo psicografado 468 livros, doando os direitos autorais de todos eles a instituições de caridade.


Além dos livros, ele psicografou cerca de 10 mil cartas a diversas famílias que haviam perdido entes queridos, sem cobrar nada. Pessoas de todos os credos, filosofias e níveis sociais que tiveram contato com Chico Xavier garantem que ele foi um ser extraordinário, um dos maiores sensitivos que já pisou sobre a Terra.

O que fez com que Chico tivesse tantos seguidores que o respeitavam, além da sua bondade, era o fato de ele ter conhecimentos sobre o futuro, especialmente em uma época na qual a informação não chegava às pessoas da forma que chega atualmente. Ele tinha a capacidade de captar mensagens extraterrestres e tinha a missão de transmitir seu conhecimento para as pessoas.

Ele recebeu mensagens de um médico sobre a necessidade do desenvolvimento de órgãos sintéticos para transplantes no futuro, fato que se consolidou no ano de 2014. Previu também que o Brasil seria no futuro um dos maiores fornecedores de petróleo do mundo, uma realidade que já vivemos há alguns anos. Disse que a viagem do homem para a Lua não era um desperdício como se pensava na época, pois, inclusive, é de lá que viria uma nova fonte de água, fato que a Nasa divulgou 40 anos depois como verdadeiro.

O destino da humanidade

Sobre a grande revelação, de acordo com Chico Xavier, a humanidade se encontrava, já na época, no limiar de uma era extraordinária. Se nos mostrássemos capacitados de forma coletiva para recebê-la, se os países de primeiro mundo suportassem a pressão de seus próprios problemas sem entrar em guerra nos próximos 50 anos, que seria até o ano de 2019, então receberíamos o presente divino de entrar em uma era de paz e harmonia para todos.

Essa informação foi dada a Chico através de seu benfeitor Emanuel, e ficou registrada no livro psicografado “A caminho da luz”, onde Emanuel relatou que em meados do final do século 20 haveria uma reunião das potências angélicas do sistema solar inteiro nas cercanias da Terra.

Essa reunião foi prevista por Emanuel em 1938 e aconteceu no dia 20 de julho 1969, o mesmo dia em que o homem pisou na Lua. Nessa reunião as potências celestes do nosso sistema solar verificariam o avanço moral da sociedade terrena, já que diante de todo o potencial evolutivo que a humanidade tinha em mãos, havia grande perigo de que usassem de forma nociva para o sistema solar.

De fato, se os países mais poderosos usassem suas armas nucleares, poderiam acabar com a vida na Terra e impactar também em todo o sistema em que o Planeta se encontra. Sabendo desse perigo essa reunião foi convocada para decidir o futuro da humanidade.

Em nossa defesa, Jesus Cristo, que é o nosso protetor entre todos os membros da potência angelical, pediu que o prazo fosse estendido para que nós tivéssemos tempo de nos reajustar no caminho da paz através do respeito mútuo entre as nações, antes de sermos exterminados.

Depois de muito debate na reunião celestial, a humanidade recebeu um prazo de 50 anos a partir daquela data para transformar o seu comportamento nocivo em bondade, paz e união entre todos os seres terrenos. Portanto, este prazo vence no dia 20 de julho de 2019.

De acordo com Chico, se a humanidade conseguir ultrapassar essa data sem uma destruição em massa causada por uma terceira guerra mundial, estaria pronta para entrar em uma nova era da sua existência.

Teremos acesso a grandes descobertas para um novo mundo além do nosso Planeta, que irá começar na Lua, onde hoje os cientistas já estudam construções para chegarmos mais longe nas descobertas sobre o que acontece no nosso sistema solar.

Caso a humanidade não consiga ultrapassar estes 50 anos sem uma grande guerra, o próprio Planeta iria entrar em um processo de destruição, pois a Terra já não pode mais suportar o mal que o homem está fazendo à ela. Portanto, nos autodestruiríamos, junto com nosso Planeta.

Já sabemos do que o ser humano é capaz para comprovar a força que na verdade não tem. Em nossa ignorância, acreditamos que podemos usar a agressão para afastar as forças celestiais que desconhecemos quando estas tentam se aproximar da Terra. Estamos bloqueando uma aproximação que nos levaria para a evolução, porque temos medo e nos defendemos com violência.

Mas se optarmos pelo caminho da paz, segundo Chico, não seremos capazes de prever o tamanho dos avanços que começariam a acontecer a partir de julho de 2019. Estamos prontos para isso?

A grande mensagem que fica é que não está na mão de apenas um de nós optar pelo bem ou pelo mau, mas sim, em uma única mão composta por todas as vidas da Terra. Portanto, não devemos pensar que não podemos fazer nada porque quem decide o destino da humanidade são as grandes potências mundiais. Estas, precisam de cada um de nós para se manterem no poder, ou seja, cada um de nós é o poder e temos que fazer, individualmente, o que estiver ao nosso alcance, para encontrarmos a paz.

Como podemos parar de agredir a Terra hoje?

Agora que já sabemos das consequências extremas dos nossos atos, você sabe que atos são esses, que cometemos no dia a dia, para a destruição do Planeta? A responsabilidade é de cada um de nós, nas pequenas atitudes diárias.

Convidamos você a ler sobre o alerta que mais de 15 mil cientistas emitiram sobre o destino da humanidade e descobrir o que você pode fazer a partir de agora para ajudar a evitar o extermínio da vida na Terra.