quinta-feira, 1 de março de 2018

Trump quer dar armas e treinar os professores das escolas para evitar tragedias

Utilizando uma vez mais o Twitter, o presidente dos Estados Unidos escreveu hoje naquela rede social que ter "educadores armados" para proteger os estudantes fica ao critério de cada estado


O presidente norte-americano, Donald Trump, esclareceu hoje que a intenção de dar armas aos professores para prevenir mais incidentes em escolas "depende dos estados".

Depois do tiroteio numa escola secundária do estado da Florida, a 14 de fevereiro, do qual resultaram 17 mortos, Donald Trump manifestou intenção de dar armas aos professores para prevenir mais incidentes em estabelecimentos de ensino.

Na altura, o governante disse que a medida abrangeria docentes com "treino especial" e "solucionaria o problema instantaneamente".

Hoje, numa publicação na rede social Twitter, Donald Trump escreveu que a decisão ficaria ao critério de cada um dos estados.

"Educadores armados (e pessoas de confiança que trabalham nas escolas) gostam dos nossos estudantes e vão protege-los. Pessoas muito espertas. Devem ser adeptos de armas e ter treino anual. Devem receber um bónus anual. Não haverá mais tiroteios - um dissuasor grande e muito barato. Depende dos estados", escreveu Donald Trump.

Contactada pela agência de notícias The Associated Press, a Casa Branca não comentou o 'tweet' do presidente.

A 14 de fevereiro, Nikolas Cruz, de 19 anos, matou a tiro 17 pessoas numa escola em Parkland, na Florida, naquele que foi o décimo oitavo incidente com armas de fogo em escolas ou locais próximos de estabelecimentos de ensino nos Estados Unidos desde o início do ano. Fonte: Dn.pt