domingo, 1 de abril de 2018

Mergulhador é hospitalizado depois de tentar fazer sexo com um molusco gigante

Um mergulhador está sendo hospitalizado no hospital Ka'u, na ilha do Havaí, depois que ele inseriu seu p3nis em um molusco gigante enquanto mergulhava em um mergulho recreativo. 


Sean, 22 anos, foi transportado para o hospital de Ka'u após sofrer de graves complicações respiratórias, vômitos, edema extremo e pressão arterial baixa. Os médicos acreditam que o contato físico com o molusco gigante pode ter desencadeado sua alergia a frutos do mar e exposto a altos níveis de arsênico.

O mergulhador, cuja condição se estabilizou, disse que inseriu seu p3nis dentro do molusco como brincadeira para impressionar seu amigo, Thomas Meyer. “Foi apenas uma brincadeira no começo. Meu amigo estava filmando, então eu queria impressioná-lo e colocar meu pau no molusco, mas ele simplesmente não me soltava ”, disse ele a repórteres. O mergulhador amador também admitiu que ainda estava de ressaca da noite anterior e consumiu GHB e ecstasy, o que prejudicou seu julgamento na época. "Não doeu nem nada, parecia quente e aconchegante dentro do molusco, mas eu estava com medo de que minhas reservas de oxigênio estivessem ficando baixas", admitiu ele.

Depois de finalmente libertar-se do marisco, o jovem posteriormente desenvolveu uma reação alérgica severa e foi levado às pressas para o Hospital Ka'u. Um médico do Hospital Ka'u acredita que o corpo do mergulhador reagiu às enzimas digestivas do molusco gigante, que possivelmente estava tentando digerir os genitais do homem no momento do incidente; Ele admite que é o primeiro caso do tipo que ele viu em seus 22 anos de prática. "Alergias a frutos do mar são bastante comuns e geralmente ocorrem após a ingestão de peixe ou marisco, e não após a relação s3xual com marisco", disse ele a repórteres locais.

Um incidente fatal ocorreu no Aquário de Waikiki, em Honolulu, quando um empregado de aquário colocou a cabeça dentro de um molusco gigante e perdeu a consciência antes que ele pudesse ser resgatado, confirmando a reputação local do molusco como um 'molusco assassino'. No folclore do Havaí, a deusa do molusco Wawa U'ru foi obrigatoriamente impregnada por A'ua A'uku, o deus dos tubarões, mas quebrou os órgãos genitais do Deus como vingança, deixando-o emasculado e dando origem aos nativos do Havaí.