sexta-feira, 27 de julho de 2018

Ex-Presidente americano diz que Jesus aprovaria o casamento gay e o aborto

O ex-presidente dos EUA, Jimmy Carter, disse no domingo que Jesus aprovaria o aborto se ele estivesse vivo hoje, em uma entrevista ao HuffPost Live. 



Falando sobre sua versão do cristianismo, Carter disse acreditar que Jesus Cristo seria um ávido defensor da escolha.

Relatórios do Breitbart.com : Perguntado sobre o casamento gay, ele respondeu que "não há problema comigo. Acho que todo mundo deveria ter o direito de se casar, independentemente do sexo.

Sobre se ele acha que Jesus aprovaria o casamento gay, Carter respondeu “Eu não tenho nenhum versículo nas Escrituras para te provar isso”, mas acrescentou: “Eu acredito que Jesus aprovaria o casamento gay”.

"Acho que Jesus incentivaria qualquer caso de amor se fosse honesto e sincero e não prejudicasse ninguém, e não vejo que o casamento gay cause danos a mais ninguém", disse ele.

O 39º presidente acrescentou uma advertência sobre a liberdade religiosa e o direito de "optar por não participar do casamento entre pessoas do mesmo sexo".

“A única coisa que eu gostaria de fazer,” ele disse, é “eu não seria a favor do governo ser capaz de forçar uma congregação da igreja local a realizar casamentos gays se eles não quisessem. Mas esses dois parceiros devem poder ir a um tribunal local ou a uma igreja diferente e se casar. ”

Carter disse que o aborto sempre foi uma luta para ele, porque ele não acredita que Jesus seria a favor da maioria dos abortos.

“Eu tive um problema com o aborto. Este tem sido um problema de longa data meu ”, disse ele.

Veja o vídeo:



“Eu tenho dificuldade em acreditar que Jesus aprovaria o aborto, a menos que fosse por estupro ou incesto ou se a vida da mãe estivesse em perigo. Então eu tenho algumas dúvidas ”, disse ele.