sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Padre pedófilo diz que "o diabo" o fez molestar menina de 11 anos

Um padre católico que foi acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos disse que achava que a criança tinha 11 anos e que ele fez o que fez porque "o diabo o tentou".

O padre Paolo Glaentzer, de 70 anos, foi preso no mês passado por molestar uma menina de 11 anos em um carro.

O padre italiano não foi preso, mas atualmente está detido em prisão domiciliar enquanto uma investigação continua.

RT relatórios: O padre em desgraça disse a um jornal italiano  que ele está "muito triste" sobre o que aconteceu, mas argumentou que "o diabo me tentou" a abusar da menina.

Glaentzer disse que o encontro foi "uma troca de carinho" que saiu do controle, e acrescentou que a vítima parecia "muito mais madura do que parecia ser".

"Eu descobri que ela tinha 11 anos de idade ... Eu pensei que ela tinha pelo menos 15 anos", disse ele ao jornal. Mesmo que a vítima de Glaentzer tivesse 15 anos, o padre ainda teria violado a lei. A idade de consentimento da Itália é de 16 anos quando um dos parceiros detém algum tipo de poder e influência sobre o outro, como um padre ou professor faz.

O padre, que o entrevistador notou que parecia totalmente incomodado pelo caso criminal em curso, disse que "se confiou a Jesus e a Maria".