quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Especialistas alertam para que você NUNCA mais acenda uma vela perfumada dentro de casa

Os cigarros são terríveis para a saúde. Quase todo mundo sabe disso; no entanto, algumas pessoas ainda continuam a ser ignorantes sobre o fumo passivo.


É tão prejudicial para a saúde de uma pessoa respirar o fumo do cigarro de outra pessoa quanto fumar uma pessoa sozinha.

No entanto, o fumo passivo não é a única maneira de as pessoas ferirem os seus entes queridos queimando algo na sua presença.

Sabias que as velas podem realmente produzir efeitos prejudiciais semelhantes aos de um cigarro aceso?

Aquelas velas perfumadas de abóbora podem ter um cheiro fantástico no outono, mas também têm um desagradável subproduto, fuligem.

Funciona assim: a parafina nas velas, quando queimadas, permite que toxinas perigosas flutuem no ar que respiramos.

Quanto mais as velas queimam, mais tóxico o ar se torna. Pode ficar tão tóxico que as empresas de velas já começaram a colocar adesivos nas velas, que recomenda que elas não sejam queimadas durante mais de três horas seguidas. 

Podes estar a pensar: “Eu queimo velas mais do que isso o tempo todo e não tenho problemas para respirar”. Considera o facto de que numerosos estudos mostram que há mais de um quarto de milhão de ataques de asma relacionados à fuligem a cada ano.

Além disso, milhões de trabalhadores têm que se afastar por doenças relacionadas à fuligem a cada ano. Algumas dessas doenças inevitavelmente levam a mortes prematuras.

No entanto, a parafina não é a única culpada. Velas que são feitas fora da Europa podem conter mechas que são parcialmente feitas de chumbo.

Essas velas são importadas para a Europa e vendidas para muitos clientes. Uma vez que o pavio começa a queimar, liberta o fumo do chumbo. Esses gases contaminam os pulmões primeiro e acabam levando a outros órgãos.

Da próxima vez que quiseres queimar aquela vela perfumada com maçã e canela, certifica-te de saber onde ela foi feita e presta atenção a qualquer etiqueta de advertência que possa estar no recipiente.

Ou, para estares seguro, usa alternativas mais saudáveis para refrescares o ar interno. Abre uma janela. Usa um difusor com óleos essenciais, mas não arrisques a saúde da tua família por um quarto cheiroso.