sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Qualquer um que gritar "Allahu Akbar" será baleado por atiradores de elite, alerta prefeito de Veneza

Qualquer um que gritar "Allahu Akbar" em Veneza será baleado por atiradores, o prefeito da cidade ameaçou.



O prefeito de direita da cidade italiana, Luigi Brugnaro, supostamente fez a ameaça em uma conferência em Rimini, que semana após o ataque terrorista de Barcelona e afirmou: "Qualquer um que grita Allahu Akbar na Praça de São Marcos pode ser morto por atiradores de elite em quatro passos.

Delineando sua estratégia para proteger a cidade turística popular de ataques terroristas semelhantes que aconteceram em Londres, Paris, Barcelona e Nice, ele continuou: “Precisamos aumentar nossa segurança quando se trata de terrorismo. Tivemos quatro terroristas presos em Veneza há alguns meses que queriam explodir a ponte de Rialto.

Luigi Brugnaro

"Eles disseram que queriam ir e encontrar Allah, então nós os mandaremos direto para Allah sem ter que jogá-los para fora da ponte, nós apenas atiraremos neles", relatou o Telegraph.

O prefeito de Florença, Do Nardella foi forçado a se desculpar, porém, quando mais tarde na mesma conferência ele invadiu uma sala e gritou “Allabu Akhar”. Em um post no Facebook, ele insistiu que não quisera desrespeitar a piada, escrevendo: “Sinto muito por certas observações que foram capturadas em vídeo e publicadas online.

“Não era minha intenção ofender ninguém, muito menos a comunidade muçulmana. Eu não pretendia brincar com a religião deles nem evocar os trágicos acontecimentos dos últimos dias. ”

"Allahu Akbar" é uma frase árabe que significa "Allah é maior", mas é frequentemente traduzida como "Deus é grande". É uma frase comumente usada pelos muçulmanos, embora tenha ganhado notoriedade no mundo ocidental por ter sido gritada por aqueles que cometeram crimes de terrorismo.

13 pessoas morreram e 130 ficaram feridas quando uma van bateu em uma multidão na área Las Ramblas de Barcelona, ​​que é popular entre os turistas.