terça-feira, 30 de outubro de 2018

China pretende construir uma lua artificial em 2 anos para substituir iluminação publica via postes

Lua artificial em vez de lâmpadas de rua?



Em 2020, a China planeja enviar uma lua artificial ao espaço para substituir a iluminação pública. É um satélite terrestre que reflete a luz solar e é cerca de nove vezes mais brilhante que a lua.

Como os autores do projeto, incluindo o Instituto de Microeletrônica Espacial, afirmam, será possível regular a zona de iluminação na superfície da Terra - o campo de luz irá variar entre 10 e 80 quilômetros.

Em 1993, o satélite russo de 65 pés de diâmetro, chamado Znamya, acendeu brevemente a Terra como uma luz noturna gigantesca em órbita.
Satélite russo Znamya

Segundo os especialistas, nem os seres humanos nem os animais percebem o luar artificial como um distúrbio, porque será semelhante ao crepúsculo.


Os principais desafios na criação de uma lua artificial são o custo do projeto e os problemas técnicos de lançar espelhos em órbita e montá-los em meio a detritos espaciais.