sexta-feira, 12 de outubro de 2018

O elo perdido: Cientistas descobrem peixe com 'pés'

Os oceanos são tão vastos que muitas partes ainda precisam ser exploradas. Lá no fundo há criaturas e peixes que ainda não foram descobertos ou que raramente são capturados em gravações. 

Isso se aplica ao Mona Canyon localizado ao largo da costa de Porto Rico, quando a exploração da NOAA Okeanos encontrou um peixe com pernas que caminhava no fundo do oceano.

Os pesquisadores encontraram um peixe do fundo do mar com o nome de Pink Frogmouth, que raramente é visto, também chamado de Sea Toad. Este é um tamboril que tem barbatanas que foram modificadas, permitindo que os peixes andem pelo fundo do mar. Os cientistas acreditam que o peixe está vivendo no fundo do mar há tanto tempo que a frente e as barbatanas traseiras se adaptaram aos pés para que os peixes pudessem se locomover mais facilmente no fundo do fundo do mar.

Ele também pode nadar no oceano

Um vídeo foi capturado mostrando os peixes Pink Frogmouth caminhando ao longo do fundo do oceano e é uma das coisas mais estranhas a serem testemunhas. Como os peixes geralmente nadam no oceano, este peixe com a sua boca virada para baixo parece quase estranho quando se arrasta no fundo do oceano. 

O peixe anda usando duas barbatanas pequenas na parte de trás e da frente. No entanto, ele desfruta do melhor dos dois mundos, pois também tem barbatanas maiores, situadas no meio do corpo, permitindo que ele nade, como qualquer outro peixe nada ao redor do oceano.

O peixe Pink Frogmouth geralmente vive em uma faixa de profundidade entre 200 e 978 metros. O peixe foi visto vivendo no Atlântico junto com os oceanos do Mediterrâneo, onde janta no camarão. O peixe Pink Frogmouth parece algo saído de um filme de terror. Agora só precisa se desenvolver mais para permitir que ele respire em terra e pode sair do oceano.