terça-feira, 30 de outubro de 2018

Triste noticia: Ciência confirma que a humanidade eliminou 60% dos animais desde 1970

Devido à perda de habitat, caça ilegal, sobrepesca e agricultura insustentável, há cada vez menos mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes no mundo.

A pressão sobre as populações animais das atividades humanas tem continuado a aumentar, como mostram os últimos números publicados no Living Planet Report do WWF. A biodiversidade diminuiu drasticamente nos últimos 50 anos.

Os efeitos das atividades humanas na vida selvagem, florestas, oceanos, rios e clima são vertiginosos. De acordo com os últimos dados do relatório do WWF, a população global de vertebrados caiu 60% nos últimos 50 anos.

O declínio da biodiversidade é maior em florestas tropicais, rios, lagos e zonas úmidas. O número de animais de água doce caiu em 83%, com o declínio mais drástico nas espécies de água doce (94%) nas Américas Central e do Sul. 20% da região amazônica desapareceu, nos últimos 30 anos, a Terra perdeu cerca de metade dos seus corais.

 As principais causas do aumento contínuo da perda de espécies são a perda de habitat, a sobrepesca, a caça ilegal e a agricultura insustentável, com a mudança climática representando uma ameaça adicional