domingo, 4 de novembro de 2018

Jornalista da Globo diz que ''cidadão de fuzil de costas não representa ameaça''

O governador eleito pelo estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), deu um verdadeiro nó no discurso politicamente correto dos jornalistas da GloboNews, nesta terça-feira (30). Convidado para o programa “Estúdio I”, comandado pela jornalista Maria Beltrão, Witzel defendeu abertamente que criminosos que forem flagrados portando fuzil nas costas devem ser abatidos por “snipers” da polícia.

Após ouvir as explicações firmes do ex-juiz federal sobre segurança pública, um clima de constrangimento tomou conta da bancada global.

Ao ser questionado pela âncora Flávia Oliveira sobre riscos de pessoas que estejam portando “guarda-chuvas ou furadeiras” serem alvo, o governador foi enfático: “snipers não atiram em pessoas com guarda-chuvas ou furadeiras”.

“Prefiro defender policiais no Tribunal do que ir a funeral. O policial será defendido. Se condenado, nós vamos recorrer. Se a setença for mantida, é um risco que a gente corre. O que me deixa desconfortável é ver bandido com fuzil na rua.”, explicou. Fonte: Terça livre

Veja o vídeo: