sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Padre que desenvolveu a teoria do Big Bang é homenageado pela União Astronômica Internacional

O sacerdote que surgiu com o que se tornaria conhecido como a Teoria do Big Bang foi homenageado pela União Astronômica Internacional (IAU) por sua contribuição para um princípio astronômico fundamental.

Georges Lemaître, matemático, cientista e padre católico belga, foi o primeiro a descrever o efeito pelo qual os objetos de um universo em expansão se afastam um do outro com uma velocidade proporcionalmente proporcional à sua distância.

Sua teoria foi publicada em 1927, mas confirmada dois anos depois pelas observações de Edwin Hubble, que deu seu nome à Lei de Hubble e depois de quem o Telescópio Espacial Hubble é chamado.  

Após um voto eletrônico entre todos os membros da IAU, que representa mais de 13.500 astrônomos profissionais de mais de 100 países, a Lei Hubble deve ser renomeada como Lei Hubble-Lemaître.

Setenta e oito por cento dos que votaram eram a favor da mudança.

Lemaître era um cristão devoto que se tornou padre em 1923, depois de servir no exército belga durante a Primeira Guerra Mundial e estudos em física e matemática.

Ele descreveu sua teoria da criação do universo em um artigo de 1932, referindo-se ao "Ovo Cósmico explodindo no momento da criação". Os cientistas da época - incluindo Einstein - eram céticos, mas se tornaram o mecanismo aceito para a criação do universo.