sábado, 17 de novembro de 2018

Um milhão de toneladas de carne de rato são encontradas em asas de galinha falsificadas

A Food and Drug Administration (FDA) está preocupada com cerca de um milhão de libras de carne de rato falsificada a ser vendida como asas de galinha que entraram nos restaurantes de fast food e mercearias dos Estados Unidos. 

A FDA disse que encontrou vários contêineres originários da China apreendidos pela alfândega em San Francisco, que continham carne de rato destinada a várias fábricas de processamento de carne nos Estados Unidos e revendida como frango.

O coordenador do FBI, Allen James, disse que a carne falsificada é um grande negócio em todo o mundo.

“ Todos os anos, surge uma situação semelhante. No ano passado, apreendemos grandes quantidades de carne de gambá do México ”, disse ele. “ Organizações criminosas veem o Super Bowl como um período para lucrar com diferentes maneiras, sejam apostas ilegais ou jogos de azar, mas também carne falsificada. Onde há uma maneira de ganhar dinheiro, sempre haverá pessoas que tentarão encontrar uma maneira de contornar a lei e obter algum lucro ”.

A porta-voz da FDA, Jenny Brookside, disse que não há como o público dizer se suas asas de frango são na verdade carne de rato.

“ Infelizmente, é tarde demais para os produtos que já foram vendidos no mercado. Cabe ao consumidor tentar identificar a qualidade e a origem da carne que é embalada, mas não há como determinar 100% se a carne do seu prato for frango ou rato ”, alertou.

“ Se você achar que suas asas de frango têm um sabor ligeiramente diferente do usual, é uma boa aposta que elas podem ser carne falsificada, mas isso pode ser facilmente escondido através do uso de diferentes ingredientes e temperos”.

Estima-se que 36 milhões de libras de carne ilegal falsificada é vendida nos Estados Unidos a cada ano, de acordo com um estudo de 2014 da FDA.