terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Papa Francisco: ''Buda é um guia para a humanidade"

Algum tempo atrás, o papa Francisco pediu aos budistas de Mianmar que superassem o "ódio" e curassem as feridas para trazer novas esperanças às pessoas.



Kaba Aye Centro da cidade de Yangon, Francisco fez o seu discurso após a budista realizasen algumas orações, e também salientou que a reunião "é também uma oportunidade para reafirmar nosso compromisso com a paz, o respeito pela dignidade humana e justiça para todos os homens e mulheres ".

O pontífice disse que "o maior desafio que existe é ajudar as pessoas a se abrirem para a transcendência e se conhecerem de uma maneira que possam reconhecer a interconexão recíproca com os outros".

"Nós não podemos estar isolados uns dos outros. Temos que estar unidos, como é nosso propósito, devemos superar todas as formas de incompreensão, intolerância, preconceito e ódio. Como podemos fazer isso? ", Perguntou o papa.

Depois dessas palavras, Francisco recordou algumas palavras do Buda que "nos oferecem um guia": "conquista de um homem irado através do amor; conquiste o homem doente por bondade; conquiste o avarento através da generosidade; conquiste o mentiroso pela verdade ".

A viagem do Papa Francisco à ex-Birmânia e Bangladesh tem um marcado caráter inter-religioso. Durante a sua estadia neste país, ele se reuniu com os líderes de diferentes confissões religiosas, a quem ele pediu para não ser levado pelas "colonizações culturais", e defendeu perante as autoridades do país os grupos étnicos e grupos minoritários.