sábado, 1 de dezembro de 2018

Pastor é preso na Venezuela por distribuir remédios e alimentos

O regime bolivariano do ditador Nicolas Maduro , prendeu o Pastor Marcelo Coronel , que distribuía medicamentos, equipamentos médicos e comida. Eles também detiveram vários membros de sua congregação. 

Após a detenção arbitrária, a polícia invadiu o culto da Igreja do Rei da Paz , para fotografar os participantes e coletar provas alegadas, o que é uma clara violação da liberdade de culto e da própria Constituição venezuelana. 

Pastor Marcelo, junto com sua congregação, realizou campanhas humanitáriasa fim de ajudar os necessitados a lidar com a crise, distribuindo alimentos e medicamentos , o que provocou a ira do regime. Estes dias foram financiados com recursos próprios e doações de terceiros. 

Segundo informações de testemunhas dos fatos, eles asseguram que uma "perseguição contra os cristãos " começou . "O governo de Maduro está fechando estações de rádio e acabando com mídia não oficial", disse uma mulher. 

"As igrejas evangélicas na Venezuela estão legalmente registradas como associações civis sem fins lucrativos. No entanto, as leis foram modificadas e atualmente todas as associações civis têm que pagar ao estado seu imposto. Isso está claro, eles estão atacando diretamente a igreja do Senhor ", declarou a mulher. 

"Esta não é a primeira vez que isso acontece, em várias ocasiões este governo procura humilhar e difamar a Igreja de Cristo a todo custo ", lamentou.