terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Veganos fazem corrente humana e protegem Perus De Natal em supermercado

Um grupo de ativistas veganos protestou ontem em um Waitrose em Brighton contra o abate de perus no Natal.

Eles formaram uma corrente humana ao redor do galinheiro e seguraram placas cobertas de sangue com o texto "assassinato humano é uma mentira".

Um manifestante com um alto-falante gritando:

'Animais não são coisas. Vidas não são mercadorias. É hora de acabar com essas tradições cruéis e sangrentas. Tire a morte do seu prato neste Natal.
"Você não pode comprar em paz quando está comprando a morte".

O grupo Direct Action Everywhere (DxE) entrou na loja com cartazes dizendo 'Não é comida, é violência' enquanto carregava flores para os animais mortos que estavam sendo vendidos lá. 

A polícia de Sussex foi chamada por volta das 14h45 de ontem, mas não houve prisões.

O grupo, cujos principais membros incluem a filha de um milionário comerciante de carnes, invadiu uma churrascaria em Brighton para tocar ruídos de abate de animais para comensais no início de dezembro. 


Ontem, eles permaneceram em uma linha impenetrável, tentando impedir que os fregueses chegassem a bandos de filé, carne moída, frango, peru e outras carnes no Waitrose, em East Sussex.