sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Doutor famoso Adverte que Dietas Veganas Podem Levar a Retardo Mental

Dietas vegan estritas podem ter sérias conseqüências a longo prazo, incluindo epilepsia e “retardo mental”, de acordo com um dos principais médicos da pesquisa, com décadas de estudo no campo.

Allan M. Lund, médico-chefe do Rigshospitalet, o hospital mais especializado de Copenhague, na Dinamarca, alertou os pais contra a criação de crianças pequenas na dieta vegana.

De acordo com o Dr. Lund, muitas crianças em dietas veganas foram tratadas em Rigshospitalet depois de sofrerem de “distúrbios do desenvolvimento” que ele atribui à falta de nutrição adequada na comida servida a eles por pais veganos.

“Tal dieta pode envolver o desenvolvimento de diferentes sintomas cerebrais. Com fraqueza muscular, mau contato e epilepsia. E no retardo mental a longo prazo ”, disse o médico chefe à TV4 .

Segundo o Dr. Lund, os pais não devem remover completamente a carne, os ovos e os produtos lácteos da dieta de crianças pequenas sem primeiro consultar um nutricionista qualificado.

Na Europa, há agora um debate sobre a adequação da moda para fornecer comida vegana para crianças pequenas. Críticos, incluindo o Dr. Lund, se opõem a remover todos os produtos de origem animal da dieta de crianças pequenas.

O Dr. Lund diz que o veganismo, assim como outras dietas restritivas, não contém todas as vitaminas e minerais essenciais ao desenvolvimento de uma criança pequena.

A dieta vegana requer a adição de vitamina B12 e outros nutrientes para suprir as deficiências inerentes à dieta, e isso pode ter sérias conseqüências a longo prazo para as crianças, se não for bem administrada.

Embora os novos veganos experimentem com frequência um aumento a curto prazo na saúde e vitalidade devido ao aumento do consumo de vegetais e alimentos integrais, também há conseqüências a longo prazo.

Juntamente com o risco de epilepsia e retardo mental, como alegado pelo Dr. Lund , os veganos têm um risco maior de sofrer de fadiga extrema, depressão e acne, de acordo com nutricionistas.