quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Petição criada por cristãos pede a remoção de estátua de ''demônio da selfie''

Uma petição, assinada 12.500 católicos contra esta escultura, tentou impedir a sua instalação. Mas o movimento não teve sucesso.

SEGOVIA, ESPANHA. - A pequena cidade de Segovia, na Espanha, inaugurou a estátua de um demônio em meados de janeiro. Uma lenda local diz que o antigo aqueduto foi construído pelo Diabo em troca da alma de uma jovem da cidade . No entanto, com suas orações, ela conseguiu derrotá-lo.

Recentemente, o conselho regional encomendou uma estátua do artista José Antonio Abella, que gerou intensos debates entre os moradores. Uma petição, assinada 12.500 católicos contra esta escultura, tentou impedir a sua instalação. Mas o movimento não teve sucesso.

Com cerca de um metro e meio de altura, a peça foi colocada numa posição "estratégica", tendo o aqueduto como o local preferido, construído pelo Império Romano. Quanto à mão do demônio, colocaram seu celular para simular a tomada de uma selfie, algo rejeitado pela maioria da população cristã da região, que acusa a cidade de Segóvia de promover o "turismo satânico". Especialmente devido ao título colocado abaixo da imagem, que diz, em latim "Segodevs, Aqvaedvcti Artifex", que seria traduzido "Deus de Segóvia, arquiteto do aqueduto".

Abella lamentou a crítica de seu trabalho. "Nós não somos ensinados 21! Ele é apenas uma caricatura de Diabo dolorosa e amigável ", disse ele. Ao mesmo tempo, provocou católicos que fizeram ou abaixo contra ele. Deixando-nos saber que este escritório foi instalado ao lado da sede da Inquisição na cidade: " Parece que os inquisidores nunca terminaram completamente neste país." 

A preferencial Clara Luquero disse que o objetivo não era ofender a sensibilidade religiosa de dois habitantes, mas sim aproveitar uma leda local para valorizar ou patrimônio cultural da cidade.

O conselho local já falou e agora é o juiz que deve decidir se vai impor a liminar para proibir a instalação da escultura enquanto o julgamento estiver resolvido, conforme solicitado pela associação autora da denúncia, como registrado pelo jornal local El Adelantado.