terça-feira, 19 de março de 2019

Cientistas encontram substancia cancerígena em marcas de cervejas famosas

Como se houvesse muitas preocupações que temos todos os dias, após uma investigação foi encontrado glifosato naquilo que mais amamos: vinho e cerveja. Esta substância causa câncer e foi encontrada em várias de suas marcas favoritas.

O Grupo de Pesquisa de Interesse Público dos Estados Unidos (US PIRG) informou que 19 de 20 marcas que circulam ao redor do mundo contêm glifosato, que é o ingrediente ativo do herbicida Roundup, Monsanto-usando Bayer.

Desde 2015, a Organização Mundial da Saúde (OMS) qualifica-o como um agente carcinogênico para seres humanos, e isso é que o uso de pesticidas nas plantações de uva e cevada aumentou em até 500%.

Pesticidas

OMS diz que é válida a presença de 3,5 partes por bilhão (ppb, por sua sigla em Inglês) glifosato, mas o que foi encontrado em várias marcas, incluindo mais consumida no mundo, eles são muito superiores.

Esta é a lista de marcas e você certamente ficará assustado:

-Tsingtao: 49,7 ppb.

Luz de campo: 31,1 ppb

-Miller Lite: 29,8 ppb

-Budweiser: 27,0 ppb.

-Corona Extra: 25,1 ppb.

-Heineken: 20,9 ppb

-Guinness: 20,3 ppb.

-Stella Artois: 18,7 ppb.

-Ace Perry Hard Cider: 14,5 ppb.

- Sierra Nevada Pale Ale: 11,8 ppb.

-Nova Bélgica Fat Tire Amber Ale: 11,2 ppb.

-Sam Adams New England IPA: 11,0 ppb.

- Stella Artois Cidre: 9,1 ppb

- Lager Orgânica de Samuel Smith: 5,7 ppb.

Beber essas marcas é como tomar uma dose de câncer. Mas não é só isso. Há também marcas de vinhos e, acima de tudo, a Monsanto contaminou com esta e outras substâncias um bom número dos alimentos que consumimos.

Em vários países legislou-se para que esta empresa não funcionasse, pois se sabe o dano que causa, mas ainda tem presença em muitos outros lugares.

Monsanto

Se você se perguntar por que o aumento de doenças mortais, aqui está uma das respostas, e a decisão é sua: continuar a consumir essas marcas ou não.