segunda-feira, 1 de abril de 2019

Homem glorifica a Deus depois de passar 39 anos na prisão injustamente

Um homem que passou 39 anos de sua vida na prisão , agradeceu ao Senhor, porque em todas as circunstâncias Deus o abençoou em tudo . 


Craig Richard Coley tinha 23 anos quando foi acusado de um duplo assassinato que não cometeu . Em 11 de novembro de 1978, sua namorada Rhonda Wicht e o filho da mulher foram assassinados em seu apartamento em Simi Valley, Califórnia. 

Coley foi preso e acusado de cometer esses atos. Depois de dois julgamentos, ele foi sentenciado e condenado à prisão perpétua, sem a possibilidade de liberdade condicional. Seus pais morreram enquanto ele estava na prisão. 

Em 1989, o policial Michael BendeEle resolveu investigar o caso de Coley e ficou surpreso com o que encontrou. Ele descobriu que havia outros suspeitos que nunca foram investigados ; e a evidência de cabelo e impressão digital não foi analisada adequadamente e depois desapareceu. 

Dois anos depois, Bender visitou Coley na cadeia e sabia que ele estava conversando com um homem inocente . "Ao lidar com muitos bandidos ao longo dos anos, existem gestos e linguagem corporal que você sabe, ele não tem isso", explicou Bender. 

Em 1991, seus superiores ordenaram que ele parasse de ver o caso de Coley ou enfrentasse demissão, então Bender renunciou ao cargo e tornou-se um investigador particular .

Em 2015, o escritório do governador Brown concordou em conduzir uma investigação. As evidências de DNA, anteriormente consideradas destruídas, foram encontradas e testadas . No caso da mulher, o testemunho de testemunhas contra Coley também foi amplamente desacreditado . 

Em novembro de 2017, o gabinete do governador perdoou formalmente Craig Coley. O governador Brown disse sobre ele: "A graça com a qual o Sr. Coley suportou essa longa e injusta prisão é extraordinária ". Um acordo de compensação de 21 milhões de dólares foi alcançado para a Coley, que será paga pela cidade de Simi Valley. 

"Embora nenhuma quantia de dinheiro possa compensar o que aconteceu com Coley,resolver este caso é a coisa certa para ele e para a nossa comunidade " , disse Eric Levitt, gerente da cidade de Simi 

Valley.Coley, que tem 71 anos , começou a praticar ativamente sua fé cristã em 2005. Ele iniciou um grupo de estudos bíblicos. em 2011 e depois ele treinou em teologia , estudos bíblicos e conselheiro bíblico: 

"Minha maneira de ver as coisas mudou. Agora eu entendo que a justiça sempre vem. Deus esteve comigo todo esse tempo e me abençoou em tudo. Glória a Deus!!! "Coley disse. 

Coley, que não tinha condenações anteriores, foi descrito como um prisioneiro modelo que estudou a Bíblia durante sua prisão .