quinta-feira, 23 de maio de 2019

Este homem sobreviveu sem cérebro durante 52 anos! Inacreditável!

Será possível viver sem cérebro? Provavelmente a tua resposta iria ser que é impossível viver sem cérebro. Mas enganas-te, e há provas disso, que parecem realmente inacreditáveis!

O caso de um francês, no entanto, mostra que milagres acontecem. Ele conseguiu sobreviver sem cérebro durante 52 anos.

Mathieu levou uma vida normal: ele tem uma esposa, crianças, e trabalhou como funcionário público. A sua saúde não levantou quaisquer objecções, até 2007, quando ele veio ao médico queixando-se de fortes dores nas pernas.

Após os testes não mostrarem nada de especial, os médicos decidiram realizar uma ressonância magnética e uma tomografia computorizada ao cérebro dele. Para sua surpresa, durante o os exames não foram capazes de encontrar este órgão!

Os médicos ficaram chocados quando descobriram que 90% do crânio era preenchido com fluido cerebrospinal, e os restantes 10% – as áreas de matéria cinzenta. O resto era apenas uma fina camada de tecido cerebral real

No início ninguém conseguia acreditar que, com a ausência quase completa do cérebro, o homem era capaz de levar uma vida completamente normal. O único “desvio” do normal era ele ter um QI relativamente baixo em relação ao normal, de 75, mas não o impediu de assumir um trabalho oficial.

“O caso de Mathieu põe a questionar a necessidade de ter todas as partes do sistema nervoso para ser capaz de funcionar correctamente e mais uma vez lembra-nos as dificuldades que possam encontrar durante uma pesquisa da ciência sobre o cérebro” – dizem os pesquisadores.

Fonte: newscientist.com, iflscience.com