quinta-feira, 2 de maio de 2019

Igreja constrói casas com dízimos para pessoas que moram nas ruas

Uma igreja está construindo 15 pequenas casas em seu lote de 44 mil metros quadrados para ajudar pessoas desabrigadas a retomar suas vidas . 

O " Agape Village " é uma iniciativa da Igreja Central do Nazareno em Portland, Oregon, onde há um número significativo de habitantes que vivem nas ruas . As instalações serão compostas por cerca de 15 "cápsulas" que medem 29 metros quadrados de área. 

"Tudo começou com o desejo da igreja de amar mais efetivamente a Deus e ao próximo ", disse o Pastor Matt Huff ao Christian Post. "Há pessoas que vivem em tendas, são nossos vizinhos, como podemos envolvê-los, amá-los e não expulsá-los?"

Huff explicou que a Vila Ágape foi inspirada pelo trabalho que outras igrejas da região fizeram. A construção do projeto começou no ano passado por trabalhadores voluntários que se dedicam ao trabalho às sextas e sábados. 

As pequenas casas não terão eletricidade, mas terão baterias solares que permitirão aos moradores carregar seus celulares. A moradia terá uma área comum central, uma cozinha, banheiros e chuveiros. A expectativa é que a Vila Ágape seja oficialmente inaugurada entre junho e julho. 

Moradores terão que passar por um processo de classificaçãoe seguir regras básicas, como ficar sem álcool, drogas, roubo ou situações violentas. Além disso, os novos habitantes da vila de Ágape devem investir em horas de voluntariado para o melhoramento da comunidade e são incentivados a participar nos serviços semanais. 

Huff explicou que o projeto quer não apenas oferecer abrigo, mas também possibilitar uma mudança de vida . "A ideia é que essa moradia é temporária e que eles estão trabalhando em algo", enfatizou o pastor, explicando que cada morador receberá apoio para encontrar emprego . 

A Agape Village está formando parcerias com diversas organizações, como um hospital local, para fornecer serviços como aconselhamento e reabilitação de drogas e álcool. O pastor disse que há pelo menos 15 organizações externas e outras igrejas associadas ao projeto.