domingo, 26 de maio de 2019

Projeto de lei que punirá o aborto com 99 anos de prisão é aprovado

A Câmara dos Deputados do estado do Alabama aprovou um projeto de lei que proíbe o aborto,  com a única exceção de que a saúde da mãe está em risco. 

O projeto foi aprovado por uma grande maioria de legisladores, 74 votos a favor e 3 contra. Irá agora para a consideração do Senado de Alabama e, se aprovado, fará o aborto um crime de classe A, o que implica que a pena máxima poderia ser de 99 anos de prisão , de acordo com a CBS News . 

Da mesma forma, a tentativa de aborto seria considerada um crime de classe C, o que poderia resultar em uma sentença de até 10 anos para a pessoa considerada culpada.

O projeto de lei foi motivada por Terri Collins , representante Câmara e membro do Partido Republicano, que garante que o projeto atinge o Supremo Tribunal definindo um desafio para o chamado Roe V. Wade, do qual o aborto foi descriminalizado em os Estados Unidos em 1973. 

" centro deste projeto de lei é para enfrentar uma decisão tomada por tribunais, em 1973, que diziam que o bebê no útero não é uma pessoa , " disse o representante republicano Terri Collins. 

Republicanos na Câmara aplaudiram depois que o projeto foi aprovado depois de mais de duas horas de debate. Collins reconheceu que tal proibição provavelmente seria eliminada pelos tribunais inferiores, mas disse que o objetivo é chegar à Suprema Corte. 

O projeto atraiu uma multidão de oponentes e apoiadores para a galeria do Capitólio do Alabama. Um manifestante foi preso sob acusação de conduta desordeira depois que ele atirou tinta em policiais, disse o presidente da Câmara Clay Redden.