segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Homem paralitico volta a andar com a ajuda de um exoesqueleto que controla com a mente

Surgiu uma nova esperança robótica para as pessoas que sofrem de paralisia no corpo, pois esse exoesqueleto é uma máquina de suporte que permitirá que elas permaneçam novamente e até andem.

Quem está testando esse novo avanço tecnológico é um francês, chamado Thibault, que sofreu um terrível acidente há quatro anos. Ele caiu de uma altura de 15 metros em uma boate, machucou a coluna e ficou tetraplégico, ou seja, seus braços e pernas estavam completamente paralisados.

Ele passou dois anos em uma cama de hospital, até que um grupo de pesquisadores da Universidade de Grenoble se ofereceu para experimentar um exoesqueleto mecânico que o ajudaria a se mover novamente.

Thibault foi submetido a uma operação para implantar um dispositivo nos dois lados da cabeça, entre o cérebro e o crânio. Esses implantes com eletrodos recebem sinais elétricos e os processam para convertê-los em movimentos do robô.

Este homem paralisado foi treinado por 95 dias para que o dispositivo pudesse entender seus sinais. Isto foi conseguido através de jogos e simulações em 3D.

Então ele foi colocado no exoesqueleto e, finalmente, Thibault foi capaz de andar novamente com sua ajuda. Ele diz que se sentiu como o primeiro homem na Lua e até lembrou que na verdade era bastante alto:

Esqueci o que é levantar, esqueci que era mais alta que muitas pessoas na sala. Foi muito difícil porque é uma combinação de múltiplos músculos e movimentos. Essa é a coisa mais impressionante que fiz com o exoesqueleto.

O exoesqueleto ainda está em fase de teste, por isso ainda está preso com arnês ao teto para evitar quedas. Agora que eles testaram sua operação com Thibault, o que se segue é inventar uma maneira para que ela possa ser desengatada, completamente segura e equilibrada.

Este é o vídeo que mostra um milagre se tornar realidade graças à tecnologia. Esta máquina é uma nova promessa de movimento para pessoas com diferentes tipos de paralisia: