sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Rihanna: Presidente Trump é 'o ser humano mais doente mental da América'

O presidente Donald Trump é o " ser humano mais doente mental da América ", de acordo com a estrela pop Rihanna, que disse a um entrevistador da Vogue que a presidência americana " completamente racista " é " um tapa na cara".


Rihanna, nascida em Barbados, que vive no Reino Unido e tem um relacionamento com uma saudita, começou a falar sobre o presidente Trump quando o assunto dos tiroteios em massa em El Paso e Dayton foi levantado pelo entrevistador.

Depois de ser questionada sobre a afirmação do presidente Trump de que os tiroteios aconteceram por causa de doença mental, não por falta de controle de armas, Rihanna começou a reclamar:

" É devastador ", disse ela. ' As pessoas estão sendo assassinadas por armas de guerra que compram legalmente. Isso simplesmente não é normal. Isso nunca deveria ser normal. E o fato de ser classificado como algo diferente por causa da cor da pele? É um tapa na cara. É completamente racista. " 

Ela continua: ' Coloque um homem árabe com a mesma arma no mesmo Walmart e não há como Trump sentar lá e abordá-lo publicamente como um problema de saúde mental. O ser humano mais doente mental nos Estados Unidos agora parece ser o presidente.

A estrela pop nascida em Barbados, Rihanna, chama o presidente Trump de "o ser humano mais doente mental da América" ​​na nova edição da Vogue.

Quando questionada sobre seus sentimentos sobre a crise dos migrantes, ela acrescenta: ' O que você diz? O que você pode dizer? Vai melhorar? Eu quase sinto mal do estômago. Eu nem acredito que isso está acontecendo na vida real. Na frente dos meus olhos. Na frente do mundo. Nem está escondido. Isso é flagrante . 

Parece que morar em Londres e Paris, onde ela também tem uma casa, não a fez sentir que não era qualificada para falar sobre o que está acontecendo nos EUA.

" Eu não me sinto fora da briga. Quando vejo algo acontecer com qualquer mulher, uma mulher de qualquer minoria, crianças, homens negros sendo assassinados nas ruas - não consigo me afastar disso. "