domingo, 3 de novembro de 2019

Muçulmanos e evangélicos rezam juntos na fronteira com os EUA e México

Muçulmanos e evangélicos se reuniram na fronteira entre os Estados Unidos e o México para orar juntos, fato que causou surpresa na comunidade evangélica do país asteca.

O imã Omar Suleiman liderou a oração binacional no Parque da Amizade, um ponto de encontro histórico na fronteira entre os Estados Unidos e o México, com vista para o Oceano Pacífico, entre San Diego e Tijuana.

Para os participantes, foi a primeira vez que uma oração muçulmana formal foi compartilhada através do muro da fronteira.

" Hoje não há barreira entre nós e os céus"disse Suleiman, fundador do Instituto Yaqeen de Pesquisa Islâmica em Irving, Texas, que está do lado americano, segundo o Religion News.

Suleiman transmitiu uma mensagem de solidariedade com migrantes e deportados, em um dia de oração que convidava líderes religiosos Muçulmanos, cristãos e judeus

O evento foi realizado para comemorar o aniversário de seis meses da mesquita da fronteira, coincidindo com as atividades da igreja cristã da fronteira ou da igreja da fronteira , que realiza um culto de domingo durante a última década, liderado pelo Reverendo John Fanestil, ministro da Igreja Metodista Unida

Desde abril, o grupo da Mesquita da Fronteira se une à Fanestil em oração uma vez por mês.

Para Guillermo Navarrete, um líder leigo da Igreja Metodista do México , a reunião de domingo foi " muito impressionante ". Ele disse que o serviço inter-religioso é mais do que uma simples reunião e aceitação de diferentes crenças.

"Isso abre uma perspectiva de unidade", disse ele. " Somos todos filhos de Deus ."