quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Faz mais de 300 anos que ninguém pode mover essa escada em Jerusalém... O motivo é surreal!

Mas não nos entendas mal. Do ponto de vista físico, qualquer um movimentar da escada na foto que ilustra este artigo.

Ela não é super pesada nem está fixada à base. Nada disso. No entanto, se alguém a mover, de alguma forma desencadeará uma verdadeira guerra. Por quê? Tudo é devido à natureza humana, religião e obstinação.

Nos explica-mos por que ninguém pode mexer na escada…

A escada encontra-se na frente das janelas da Igreja do Santo Sepulcro (ou Basílica do Santo Sepulcro), em Jerusalém, Israel. Trata-se de um dos lugares mais sagrados do mundo para os cristãos e foi concluída no ano 335. Por esse motivo, por direito, o edifício pertence a 6 comunidades religiosas. E aqui tem início toda a confusão.

As diferentes partes do templo estão sob o comando das igrejas católica, grega, arménia, síria, etíope e copta. Em 1757, todas chegaram a um acordo, o qual estabelece que nada na igreja pode ser modificado, sem a aprovação das seis ordens religiosas. Esse tratado continua a funcionar até hoje.

Graças ao tratado, não se pode fazer obras na igreja, porque as ordens não conseguem chegar a um consenso quando se trata do resultado final, ou seja, qual parede valeria a pena pintar e qual não, por exemplo. O mesmo acontece com a escada, que apareceu ali por acaso, quando o acordo foi assinado. Este objecto, como os móveis dentro do templo, não devem ser movidos por ninguém. Caso contrário, pode começar uma verdadeira guerra religiosa.

Algo semelhante aconteceu em 2002. Um monge estava sentado em uma cadeira no telhado do prédio e a deslocou para a sombra, para não ficar sob o sol escaldante. Como fez isso sem ter permissão de todas as seis ordens religiosas, foi declarado um violador do acordo de 1757. Isso iniciou uma verdadeira batalha entre as comunidades, que resultou em dezenas de monges feridos.

Mas vamos voltar à escada. Acredita-se que um pedreiro estava a arranjar a janela e simplesmente esqueceu-se do objecto ali. Ninguém sabia o nome dele e, o mais importante, a que religião pertencia. Desde então, as seis ordens religiosas não tocam na escada porque acreditam que ela pertence a todas.

Apesar de tudo, a escada foi deslocada de lugar algumas vezes. Em 1981, um brincalhão tentou movê-la, mas foi imediatamente detido pela polícia. Na segunda vez que isso aconteceu, um desconhecido pegou o objecto e desapareceu com ele por duas semanas. Durante esse período, quase foi desencadeada uma guerra, o pânico tomou conta das pessoas e todos desconfiavam dos que o rodeavam. Por sorte, logo o homem devolveu a escada. Um par de vezes as ordens aceitaram movê-la, mas apenas para varrer o chão.

E, assim, a velha escada de madeira, deixada no lugar por uma pessoa desconhecida, deverá permanecer lá por mais alguns séculos.