segunda-feira, 1 de abril de 2019

Mães influenciam mais a fé das crianças do que os pais, diz estudo

A maioria dos cristãos americanos diz que suas mães influenciaram mais sua fé do que seus pais ou alguém da família. 



Um estudo realizado em 2018 por Barna, observa que 68% dos cristãos americanos disseram que suas mães tiveram maior influência em sua fé. 46% disseram que era o pai deles e 37% o avô deles. 

O estudo, que examina os papéis que mães e pais desempenham no desenvolvimento das crianças , mostra que os cristãos são muito mais propensos a dizer que suas mães influenciaram sua fé mais do que seus pais. 

Esse padrão também foi encontrado entre adolescentes cristãos, que são mais propensos a dizer que eles oraram ou falaram sobre Deus com sua mãe do que com seu pai. 

"Como igrejas, estamos apoiando, treinando e encorajando a maternidade, e encorajamos as mães a assumir um papel ativo na vida de fé de seus filhos " , disse Roxanne Stone, da Barna, assim que a investigação foi revelada. 

"Acho que as igrejas devem ajudar os pais com treinamento para que eles realmente se tornem uma parte importante da orientação espiritual e emocional de seus filhos ", disse ele. 

Os adolescentes cristãos também disseram que  é a mãe deles que os encoraja a ir à igreja, fala sobre o perdão de Deus e os ensina sobre a Bíblia " , mostra a pesquisa.

Os adolescentes cristãos também vão mais à mãe por encorajamento, aconselhamento e ajuda espiritual do que ao pai.