domingo, 4 de agosto de 2019

Milhões de pessoas cegas poderiam ver novamente graças a um chip israelense

A ciência avançou, já que um chip que imita a função da retina foi liberado para o mundo através da transmissão de sinais visuais por meio de impulsos elétricos.

Da mesma forma, esse pequeno chip foi criado por uma empresa israelense e pode devolver a visão a pacientes que sofrem de cegueira devido à degeneração da retina por meio de estímulos neuronais. Inimaginável para o homem, mas Deus deu ao homem a sabedoria para tornar isso realidade, e ainda mais para o seu povo, Israel.

Aproximadamente seis milhões de pessoas no mundo ocidental sofrem cegueira como resultado da degeneração da retina, devemos saber que esse tipo de doença é sofrido principalmente por pessoas com mais de sessenta anos.

Esta empresa israelense Bio-Retina começou a desenvolver este chip fantástico, que eles chamaram de Nano Retina, em 2009 e depois de vários anos de pesquisa em ratos, eles estão prontos para testá-lo em seres humanos.

O diretor executivo da empresa, Raanan Gefen, disse à imprensa israelense: “Queremos devolver às pessoas que perderam de vista essa doença sua capacidade de funcionar na sociedade”, destacando que a Nano-Retina será uma solução para enxergar novamente, embora Sim, somente em preto e branco e com baixa resolução.

''O CEGO PODE VER AGRADECIMENTOS A UMA RETINA BIONICA É UM DISPOSITIVO DO TAMANHO DE UM GRÃO DE ARROZ, QUE EMULA A FUNÇÃO DA RETINA, CAPTURANDO SINAIS VISUAIS COMO UMA CÂMERA, E CONVERTENDO-OS EM SINAIS ELÉTRICOS QUE ESTIMULAM OS NEURÔNIOS A CRIAR O CHIP FOI TESTADO COM SUCESSO EM SUÍNOS EA EMPRESA NANO - RETINA, BASEADA NA CIDADE ISRAELENSE DE HERZLIYA, ESPERA TER UM PROTÓTIPO HUMANO DE SUA CHAMADA "BIO - RETINA" DENTRO DE DOIS ANOS. "DENTRO DE UMA SEMANA, O PACIENTE PODERÁ VER IMEDIATAMENTE", EXPLICOU O DIRETOR EXECUTIVO DA EMPRESA, RAANAN GEFEN. "QUERÍAMOS FORNECER A UM CEGO VISÃO SUFICIENTE PARA PERMITIR QUE ELE FUNCIONASSE NA SOCIEDADE E SE TORNASSE INDEPENDENTE NOVAMENTE, COMO CAMINHAR POR LUGARES FAMILIARES E VER SEUS ENTES QUERIDOS", DISSE O DIRETOR. 

O DISPOSITIVO É IMPLANTADO NA PARTE DE TRÁS DO OLHO EM UM PROCEDIMENTO RELATIVAMENTE SIMPLES, SEMELHANTE A UMA CATARATA QUE DURA CERCA DE 30 MINUTOS E REQUER APENAS ANESTESIA LOCAL. A VISÃO QUE O PACIENTE OBTERÁ LHE PERMITIRÁ ASSISTIR TELEVISÃO E IDENTIFICAR ROSTOS GRAÇAS A UMA RESOLUÇÃO DE 600 PIXELS (O MODELO MAIS SOFISTICADO), POIS OS CRIADORES ESTUDARAM QUE 260 PIXELS É O MÍNIMO PARA TER UM NÍVEL DE VISÃO ACEITÁVEL. NO ENTANTO, ESTE SERÁ PRETO E BRANCO, E AQUELES QUE IMPLANTARAM O DISPOSITIVO NÃO SERÃO CAPAZES DE DIRIGIR OU LER LETRAS QUE NÃO SÃO GRANDES. "A CIÊNCIA AINDA NÃO CONSEGUIU SUPERAR O PRETO E BRANCO NESTE CAMPO, MAS PRETENDEMOS VÁ ALÉM E OFEREÇA UMA ESCALA DE CINZA PARA QUE ELES POSSAM APRECIAR SOMBRAS E CONTORNOS ”, EXPLICOU GEFÉN. ALÉM DA FACILIDADE DE INTRODUZIR O DISPOSITIVO NO OLHO, ISSO NÃO TEM BATERIA, ENTÃO SUA IMPLEMENTAÇÃO SERÁ DEFINITIVA, E SUA ÚNICA FONTE DE ENERGIA VEM DE ÓCULOS DE SOL ESPECIALMENTE PROJETADOS QUE TRANSMITEM SEM FIO UM LASER DIRETAMENTE PARA O CHIP E PODEM SER RECARREGADOS DURANTE A NOITE. RESOLVERÁ A VIDA DE PACIENTES COM RETINITE PIGMENTOSA E DEGENERAÇÃO MACULAR RELACIONADA À IDADE (DMRI), DISTÚRBIOS COMUNS A PARTIR DOS 60 ANOS. MAS OS RESPONSÁVEIS ​​PELA RETINA BIÔNICA PREVÊEM QUE NO FUTURO O SOLO SERÁ ABERTO PARA O TRATAMENTO DE DOENÇAS COMO A RETINOPATIA DIABÉTICA, OU AQUELAS EM QUE O FOTO-RECEPTOR ATROFIA E NÃO PODE FUNCIONAR NOVAMENTE PORQUE NÃO HÁ CÉLULAS QUE POSSAM TRADUZIR A LUZ QUE ATINGE A RETINA EM UMA VISÃO ÚTIL.