quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Alerta: 500 milhões de abelhas morreram no Brasil em apenas 3 meses

É uma tragédia que nos preocupa e muito. Mais de 500 milhões de abelhas morreram no Brasil em apenas 3 meses. Mas não é só isso. A pior parte é que a causa da morte também pode afetar os seres humanos. E isso nos preocupa ainda mais.

A grande maioria dos insetos encontrados mortos tinha traços de Fipronil, um potente inseticida proibido na União Europeia. É classificado como possivelmente cancerígeno para seres humanos pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos.

Abelhas mortas, um problema no Brasil

Essa importante perda de abelhas é um problema para o Brasil. Mas assim é a sua causa direta. O uso de pesticidas aumentou mais de 770% entre 1990 e 2016. Estes são dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação.

A BBC lança novos dados. Segundo suas fontes, existem 193 inseticidas químicos registrados no país. De fato, o Brasil já se tornou o país que compra mais pesticidas no mundo.

"Assim que as abelhas saudáveis ​​começaram a remover as abelhas moribundas, elas se contaminaram".

É o que Machado , vice-presidente da Associação Apícola do Rio Grande do Sul, localizada no Brasil.

Toda vez que as abelhas morrem, é uma catástrofe mundial. E é que cerca de 75% das culturas em todo o mundo dependem da polinização delas para serem produzidas.

É uma pena que, em vez de cuidar deles, protegê-los e tratá-los com o respeito que eles merecem, tudo o que podemos fazer é permitir que continuem morrendo por algo tão simples e poluente quanto o uso de pesticidas.

Atualmente, com os grandes avanços, não há dúvida de que se poderia começar a pensar em vender apenas produtos orgânicos e não poluentes. Acima de tudo, não mate com esses insetos.

Fonte: intriper.com