terça-feira, 24 de setembro de 2019

Vídeos: Pastor confessa que estuprou adolescente e é aplaudido de pé

O pastor de uma igreja evangélica em Tennesse, nos Estados Unidos, admitiu durante uma congregação evangélica que estuprou um estudante, pediu desculpas e, em seguida, os presentes o aplaudiram de pé.

Este é Andy Savage, que simplificou o fato para um "incidente sexual". Segundo o jornal Independent, ele é muito reconhecido, poderoso e rico.

A vítima é Jules Woodson, que tinha 17 anos quando a agressão sexual ocorreu. Ela disse que Savage a estuprou quando a levou para casa: ele a levou a uma área arborizada para cometer o crime.

Quando a jovem tentou denunciá-lo a outro membro da igreja, ela foi acusada de estupro. Os religiosos a forçaram a permanecer calada.

O líder da igreja, Chris Conlee, estava ao lado de Savage no momento da confissão e fez uma oração por ele e a jovem. "Estamos tristes que a Srta. Woodson não esteja no mesmo caminho para a cura", disse ele.

Savage é uma das faces representativas do movimento #churchtoo, no qual ataques sexuais são revelados nas mãos de líderes religiosos.