quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Cientista-chefe da NASA acredita que o mundo 'não está preparado' para uma possível descoberta alienígena

A NASA (Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço ) está preocupada com o fato de o mundo não estar pronto para a descoberta de vida extraterrestre . A agência espacial, responsável pela pesquisa aeroespacial, aeronáutica e pelo programa espacial civil, que tal descoberta poderia ter implicações "revolucionárias" na sociedade . 

Segundo informações, eles estão perto de encontrar vida no planeta Marte, mas o principal cientista teme que tais descobertas possam ser demais para o mundo.

Uma expedição planejada está prevista para março de 2021 em Marte pela NASA, juntamente com a Agência Espacial Européia (ESA). O Dr. Jim Green afirmou que a missão que consiste em dois veículos móveis poderia encontrar vida dentro de meses após a chegada. Os veículos espaciais referidos como "Rosalind" em homenagem ao químico britânico Rosalind Franklin cavarão túneis de 6,5 pés no centro de Marte em busca de vida extraterrestre. As amostras serão coletadas do ExoMars Rover e depois trituradas e examinadas em um laboratório móvel.

Segundo o Dr. Green, encontrar vida extraterrestre seria comparado à descoberta revolucionária do heliocentrismo no século XVI. A teoria que postulava que a Terra, juntamente com os outros corpos do sistema solar, girava em torno do Sol e não o contrário, foi criada por Nicolaus Copernicus. O cientista acredita que um efeito semelhante ocorrerá na sociedade atual com o "início de toda uma nova linha de pensamento". Mas isso é uma coisa tão ruim? Ele está preocupado que estejamos muito perto de confirmar tal noção e os anúncios da descoberta de vida extraterrestre não estão longe.

Depois de perfurar a superfície das formações rochosas de Marte, as amostras dos tubos de ensaio serão transportadas de volta à Terra, tornando-se a primeira vez que os materiais de Marte serão comprados. Green acredita que a descoberta não responderá a nenhuma pergunta, mas criará muitas mais ironicamente. Isso inclui se a vida será capaz de se mover entre planetas e eles serão capazes de sobreviver na Terra. Apenas no início do ano, os cientistas descobriram que existe a possibilidade de um sistema de água vasto e ativo estar abaixo da superfície de Marte. Além disso, um estudo divulgado neste mês revelou que o planeta Vênus pode ter abrigado formas de vida extraterrestres há dois a três bilhões de anos antes de sua atmosfera se tornar habitável, quente e densa, setecentos milhões de anos atrás.

Green está convencido de que a vida existe em outros planetas e sua confiança decorre das descobertas de exoplanetas, que são planetas localizados fora do sistema solar.