sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Cristãos estão errados, o Diabo não é mau ele é um agente de Deus, afirma teólogo

Um teólogo revelou que o diabo não é mau e isso vem de alguém que passou mais de 40 anos de sua vida pesquisando o assunto.

O professor de pesquisa Henry Ansgar Kelly, da Universidade da Califórnia em Los Angeles, disse que não há evidências reais que sugiram que o diabo seja realmente chamado de mal. Kelly disse que os cristãos pensam que o diabo é mau, mas eles entenderam errado, e ele continuou dizendo que achava que Satanás estava apenas tentando fazer o bem e que ele está do lado de Deus, mas que seus julgamentos são excessivamente zelosos.

A Bíblia não contém evidências de que Satanás é mau

Kelly professou que não há evidência, ou muito pouca, na Bíblia que sugira que muitas das ações e características que são comumente atribuídas a Satanás sejam de fato verdadeiras. O professor acredita que o diabo talvez seja menos como Darth Vader e mais como um promotor que é excessivamente zeloso, de acordo com uma leitura estrita da Bíblia. Ele continuou a esclarecer que a intenção básica de Satanás era descobrir qualquer irregularidade junto com a traição, no entanto, sem escrúpulos ou zelosos os meios, mas que o diabo ainda fazia parte da administração de Deus.

Há pouca ou nenhuma evidência na Bíblia para a maioria das características e ações comumente atribuídas a Satanás. Uma leitura rigorosa da Bíblia mostra que Satanás é menos como Darth Vader e mais e mais como um promotor excessivamente zeloso. Ele não é tanto a figura orgulhosa e zangada que se afasta de Deus quanto é um Joseph McCarthy ou J. Edgar Hoover. A intenção básica de Satanás é descobrir más ações e traições, por mais zelosos e inescrupulosos que sejam. Mas ele ainda faz parte da administração de Deus.

Kelly admitiu que o que ele estava dizendo seria classificado como escandaloso para algumas pessoas, mas o professor disse que o diabo havia sido deturpado por Orígenes de Alexandria, o filósofo do terceiro século. Em uma de suas melhores obras, foi dito que a menção de Lúcifer no Antigo Testamento se refere a Satanás. No entanto, o professor Kelly apontou que, de fato, não há referência ao diabo ou a Satanás no Antigo Testamento e que aqueles que seguem o cristianismo confundiram os dois.

Lúcifer na Bíblia é referência ao rei tirânico, não ao diabo

O professor disse que Lúcifer significa portador da luz em latim, e o Lúcifer mencionado no Antigo Testamento é uma referência a um rei tirânico da Babilônia que foi jogado ao chão, e foi isso que confundiu muitas pessoas. Ele continuou dizendo que Orígenes disse que Lúcifer caiu do céu e isso não pode se referir a um ser humano, por isso tem que ser Satanás. Os pais da igreja pensaram que este era um bom raciocínio e todos seguiram o exemplo.

Kelly revelou que a história de Adão e Eva só acrescenta mais confusão e mais uma vez muitas pessoas assumem que a serpente é o diabo. Ele disse que ninguém no Antigo Testamento ou no Novo Testamento jamais identificou a serpente do Éden como sendo Satanás. Ele ressaltou que a serpente era um animal inteligente e estava com inveja e foi isso que o motivou quando foi abandonado por Adão com a chegada de Eva.

Orígenes diz: 'Dizem que Lúcifer caiu do céu. Isso não pode se referir a um ser humano, por isso deve se referir a Satanás. Os pais da igreja subsequentes acharam esse raciocínio convincente, assim como todos que os seguiram. Ninguém no Antigo Testamento - ou, nesse caso, no Novo Testamento - identifica a serpente do Éden com Satanás. A serpente é apenas o animal mais inteligente, e ele é motivado pela inveja depois de ter sido abandonado por Adão por Eva. Todos os outros disseram que quando Satanás chega ao Novo Testamento, ele é mau, é inimigo de Deus, mas não é assim. Todo o quadro bíblico de Satanás é o de um policial ruim para o bom policial de Yaweh no Antigo Testamento, e para o bom policial de Jesus no Novo Testamento. Por toda parte, Satanás é alguém que trabalha para Deus. O que estou dizendo será escandaloso para algumas pessoas.
As pessoas parecem pensar que quando Satanás chega ao Novo Testamento, ele é algo maligno e inimigo de Deus, mas isso não é verdade. Dizia-se que o quadro bíblico pintado de Satanás era o do policial ruim para a boa imagem policial do Senhor no Antigo Testamento e o bom policial de Jesus no Novo Testamento. De fato, Satanás trabalha para Deus. Kelly terminou dizendo que sabia que o que ele havia dito seria considerado escandaloso para algumas pessoas, mas era a verdade.