segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Greta Thunberg chega atrasada para cúpula climática

Ela viaja para a cúpula climática - mas Greta Thunberg pelo menos sentirá falta do início da cúpula climática mundial em Madri. Também porque ela chegará na capital errada.


A cúpula climática das Nações Unidas deve começar na segunda-feira em Madri sem a ativista sueca Greta Thunberg. Thunberg não deve chegar até terça-feira - e nem em Madri, mas em Lisboa. Ela anunciou isso no Twitter.



Thunberg e sua tripulação navegam no catamarã "La Vagabonde" há quase três semanas em sua segunda viagem de navegação dos EUA através do Atlântico. Então, a garota de 16 anos está voltando. Porque a conferência originalmente planejada em Santiago do Chile, para a qual ela já havia navegado para a América em agosto, foi transferida para Madri por causa da turbulência no Chile.

Thunberg já esperava chegar mais tarde. A conferência mundial sobre o clima foi muito importante e ela disse em 13 de novembro que faria o possível para chegar a Madri a tempo. Mas se ela chega a tempo ou não, não importa: "Existem inúmeros outros ativistas que irão falar e transmitir a mesma mensagem que eu. E não é que minha voz seja insubstituível".

Ambientalistas e grupos religiosos unidos

Representantes de mais de 190 países devem participar da 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática. Entre outros, o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, discursará no início da conferência de duas semanas.



Em Madri, a futura implementação do Acordo Climático de Paris de 2015 será discutida até 13 de dezembro. O acordo estabelece a meta de limitar o aquecimento global para bem abaixo de dois graus e, se possível, até 1,5 graus em comparação com a era pré-industrial.


Loading...