segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Governo promove abstinência sexual em adolescentes: “Tudo tem seu tempo”

O governo brasileiro lançou oficialmente uma campanha que visa incentivar crianças e adolescentes a adiar o início das relações sexuais , um programa do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Com o nome " Tudo tem seu tempo ", o programa foi durante a abertura da Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência, propondo uma mudança no comportamento das crianças entre 10 e 18 anos.



As autoridades dizem que a campanha busca reduzir a taxa de gravidez entre jovens em um país onde 434.000 bebês nascem todos os anos de mães adolescentes, de acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Saúde.

O ministro do setor, Damares Alves, disse que o lançamento da campanha é o primeiro passo para construir um " programa para evitar relacionamentos prematuros ". Ela não deu detalhes sobre as próximas etapas do programa.

Damares disse ainda que a proposta da campanha é falar em "adiar o início" das relações.

"O ministro apenas quer dizer:" Não faça isso agora . "Não podemos? O que estamos tentando fazer é a coisa certa", disse Damares.

Segundo o Observatório Nacional da Família (ONF), a vida sexual das crianças brasileiras começa em média aos 12 anos e 9 meses e das meninas aos 13 anos e 7 meses.

Além das  altas taxas de gravidez entre adolescentesExistem outros problemas, como o  aumento do número de doenças sexualmente transmissíveis nesse grupo , além de problemas biológicos e psicológicos.

O pastor Feliciano disse que a campanha do governo pela abstinência sexual de adolescentes constitui uma "política pública com forte viés humanista e alto conteúdo ético ".

Loading...