segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Relâmpagos na Noruega acabam com a vida de mais de 300 renas

O vídeo a seguir mostra centenas de renas mortas após um raio na Noruega. Mais de 300 renas foram atingidas quando a fúria de Thor caiu em um parque no sul deste país.


Cinco renas tiveram que ser sacrificadas. No total, segundo os responsáveis ​​pelo parque, eles contaram 323 renas, número que um porta-voz descreveu como "extraordinariamente alto".



Knut Nylend, porta-voz da Inspeção Nacional da Natureza da Noruega, disse que as renas provavelmente morreram porque estavam muito próximas umas das outras.

“Houve uma tempestade especialmente violenta à tarde, o bando provavelmente foi morto por um raio. Isso é especial, já ouvi falar de gado morto por raios, mas não desses volumes. ”



O especialista em segurança e raios, John Jensenius, acha que não é tão incomum quanto se acredita. Foi relatado que ele relatou a morte de 654 ovelhas em um único ponto. Os animais tendem a se aglomerar nas tempestades sob as árvores. Se um raio atinge uma árvore, todo o grupo morre.



Normalmente, ele diz, o dano é visto na árvore e não nos animais, mas se bem verificado, alguns animais terão mais danos. Quando os animais estão em grupos, todos são mortos pelo contato com a terra. A energia está dispersa na terra e, se você estiver próximo do raio, absorve essa energia.

Os raios sobem por uma perna e desce pela outra. Os animais são mais vulneráveis ​​porque suas pernas estão mais separadas, então a corrente viaja mais fácil através de seus corpos. O raio da terra que um raio ocupa não é determinado, pois depende da força do raio, entre outras coisas.

Nesse caso, os animais estavam em uma área com cerca de 30 metros de diâmetro em uma colina.



Loading...