segunda-feira, 2 de março de 2020

"Apenas existe pai e mãe", diz o presidente da Rússia para rejeitar a agenda LGBT

O presidente russo, Vladimir Putin, rejeitou os termos inclusivos "pai 1" e "pai 2" para substituir pai e mãe , enfatizando que o casamento é a união de um homem e uma mulher.

" Enquanto eu for presidente, não teremos 'pai 1' e 'pai 2', apenas pai e mãe ", disse ele, deixando claro que não pretende legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo , enquanto estiver no comando do país.



"E se é uma família incompleta, então o que?", Disse Putin. "Algumas coisas precisam ser esclarecidas: o casamento é a união de um homem e uma mulher , mas com a família é um pouco diferente".

Muito ligado à Igreja Ortodoxa, o presidente russo mantém os costumes religiosos mais conservadores e se opõe a questões relacionadas à agenda LGBT, incluindo a proibição de qualquer manifestação de afeto entre pessoas do mesmo sexo em espaços públicos.

Putin também enfatizou que a idéia de proteger os valores familiares tradicionais é correta em si mesma , mas é necessário pensar em como formulá-lo na legislação da maneira adequada.

"Nós apenas temos que pensar em quais frases e onde fazê-lo", respondeu o presidente.

Deputada Olga Batalina, membro do grupo de trabalho sobre a preparação de emendas à Constituição Russa. lamentou queApenas dez anos atrás, ninguém imaginava que as palavras "pai e mãe" seriam substituídas pelos conceitos "pai número um e pai número dois".

A substituição dos conceitos 'pai' e 'mãe' por termos neutros quanto ao gênero nos formulários da documentação já foi feita em alguns países .
Loading...